Le Corbusier

26 out

Le Corbusier foi um arquiteto, urbanista e pintor frances de origem suíça. É considerado um dos mais importantes arquitetos do século XX.

Os cinco pontos de sua arquitetura:

Entre as contribuições de Le Corbusier à formulação de uma nova linguagem arquitetônica para o século XX se encontram estes cinco pontos, formalizados no projeto da “Villa Savoye”:

Construção sobre pilotis

Ao tornar todas as construções suspensas, cria-se no ambiente urbano uma perspectiva nova. Uma inédita relação “interno-externo” criar-se-ía entre observador e morador.

Terraço Jardim

Não mais os telhados do passado. Com o avanço técnico do betão-armado (concreto no Brasil), seria possível aproveitar a última laje da edificação como espaço de lazer.

Planta Livre

A definição dos espaços internos não mais estaria atrelada à concepção estrutural. O uso de sistemas viga-pilar em grelhas ortogonais geraria a flexibilidade necessária para a melhor definição espacial interna possível.

Fachada Livre

Consequência do tópico anterior. Os pilares devem ser projetados internamente às construções, criando recuos nas lajes de forma a tornar o projeto das aberturas o mais flexível. Deveriam ser abolidos quaisquer resquícios de ornamentação.

Janela em fita

Localizada a uma certa altura, de um ponto ao outro da fachada, de acordo com a melhor orientação solar.

Brincadeira a parte, tirada do site desciclopedia!

Cinco Pontos da Arquitetura

Le Corbusier criou cinco dogmas que deveriam ser seguidos obrigatoriamente por todos os arquitetos. São eles:

  1. Pilotis: O andar de baixo deve ser usado para nada. Coloque alguns palitos pilotis pro andar de cima não cair e uma escada para chegar lá em cima, mas só se for uma escada bem pequena.
  2. Planta Livre: Privacidade é para os frouxos! Uma boa casa não contém paredes, mas, já que precisamos impedir a chuva e o vento de destruírem tudo, coloquem vidro ao redor. Quanto menos, melhor. Vento faz bem pra pele. Ah, e cuidado com a mobília! Só 1 poltrona por sala, no máximo. E não me venha falar em armários e mesas. Odeio esses.
  3. Janelas em fita: Uma boa janela é aquela que não parece uma janela. Portanto eu declaro que chão é janela, teto é janela, tudo é janela. Isto proporciona uma vista panorâmica dos pedestres para dentro da minha maravilhosa obra.
  4. Fachada livre: Como já sabemos, Lecozinho gostavam mesmo era de se abrir. Por isso queria fazer o mesmo com seus bloquinhos de concreto.
  5. Terraço Jardim: O quê? Esta é a mesma regra que a 1? Tolice, vou repetir: Não é pra ter nada no andar debaixo! Por quê? Por quê lugar de jardim é no telhado!Não existe lugar melhor para plantar uma árvore do que no telhado, não concorda? Vamos colocar uma piscina aqui também. O importante é ser sempre um espetáculo para a vizinhança.

Imagem

Lindo né gente?

Beijos

Anúncios

2 Respostas to “Le Corbusier”

  1. renansgomez 31/10/2012 às 18:07 #

    pintor francês de origem suiça? discorra sobre isso.

    • patigotti 31/10/2012 às 18:31 #

      ele nasceu na suiça mas viveu na França, rs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: