A Eco-cidade de Vincent Callebaut

2 jan

Conciliar urbanização com sustentabilidade é e será com certeza o maior desafio da arquitetura no mundo contemporâneo.

Uma cidade auto-sustentável é aquela que produz, armazena e recicla recursos suficientes para o sustento da população envolvida, com dignidade, com mínimo impacto sobre o meio-ambiente circundante, dando o tempo necessário para a natureza recompor seus recursos renováveis.

Assim o arquiteto belga Vincent Callebaut teve a idéia de uma eco-cidade, onde não existiria nenhuma poluição, a energia que alimenta esta cidade vem do aproveitamento do sol através de painéis solares, do vento através de moinhos eólicos, aproveitamento da energia das ondas do mar e também da energia da biomassa, a sua estrutura é feita de dióxido de titânio o que contribui com o aumento do CO2 na atmosfera. Estas cidades conseguiriam abrigar até 50.000 pessoas.

Ele usou como inspiração o formato da nossa conhecida Vitória-régia.

Atualmente esta cidade flutuante não passa de um sonho, mas com o aumento do nível das águas do mar, um dia os engenheiros e arquitetos  poderão ver neste tipo de projeto o futuro das grandes cidades com o beneficio de ser totalmente auto-suficiente energeticamente e ainda contribuindo para o meio ambiente.

Beijinhos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: